Blefarite

A blefarite é uma inflamação crônica das bordas palpebrais, região de implantação dos cílios, na qual há formação de pequenas escamas (caspinhas), que se destacam com seu crescimento. A blefarite seborreica, o tipo mais comum, é uma doença dita “constitucional”, ou seja, faz parte das características típicas de um indivíduo.

Blefarite

A blefarite é uma inflamação crônica das bordas palpebrais.

Existem outros tipos menos comuns, muitas vezes causadas por micro-organismos.

. Traduz pouca fluidez da secreção das glândulas de Meibomius.

Com freqüência há prurido (coceira) e ardência local crônicos. Os cílios caem ou se tornam quebradiços. A borda palpebral está sempre vermelha e surgem conjuntivites com mais freqüência. A blefarite predispõe ao surgimento de cílios invertidos, que podem machucar a córnea. Há fatores que pioram a blefarite, tais como: frio ou calor excessivo, ingestão de alimentos gordurosos, “stress” físico ou emocional, cosméticos.

Tratamento

O tratamento consiste na limpeza adequada da borda palpebral e cílios e na aplicação de pomadas contendo antibióticos e corticóides. O tratamento com medicamentos só deve ser realizado sob controle do médico oftalmologista.

Existem produtos específicos para limpeza dos cílios. Alguns cílios que venham a cair nesta limpeza nascerão novamente, mais saudáveis.

Compressas geladas (duas ou três pedras de gelo picado dentro de um saco e enroladas num pano limpo) são muito úteis.

Com o tratamento diário, o aspecto das pálpebras melhora e as “caspinhas” desaparecem. A limpeza da borda palpebral deve ser feita diariamente por toda a vida. Os fatores agravantes sempre que possível devem ser evitados. Agindo deste modo, as “crises” se tornarão mais esparsas ou nem mesmo ocorrerão.

Recomendações

  • Evite a automedicação.
  • Mantenha sua face e mãos sempre limpas.
  • A limpeza dos cílios deve ser realizada antes de se colocar a pomada, utilizando-se uma “escovinha de rímel”, lenço apropriado ou cotonete molhado no produto de limpeza.
  • Nunca toque seus olhos com dedos ou lenços sujos, etc.
  • Tendo qualquer outra infecção: gripe, resfriado, acne, caspa, jamais esfregue seus olhos.
  • As mulheres devem evitar o uso de cosméticos. Lápis de sobrancelha, máscara e até mesmo pó facial podem interferir com o controle da blefarite.
  • Lave a cabeça freqüentemente, usando xampu. Se tiver caspas, use um xampu específico para combatê-las.
  • Evite coçar as pálpebras com as unhas, pois isto poderia provocar trauma das bordas palpebrais, além uma contaminação adicional.
  • Não continue o tratamento com a pomada de corticóide por mais de 15 dias sem voltar para exame.
  • Sempre que possível evite fatores agravantes como: frio ou calor excessivo, ingestão de alimentos gordurosos, “stress” físico ou emocional, cosméticos, e outros.

Cuide bem da sua Visão. Para consultas:


14 3263.2833


14 99802.7554

Ícone Clínica de Olhos Dr. Daniel Parente  2018 © Clínica de Olhos Dr. Daniel Parente

Desenvolvido por Paulo Coneglian